PEREGRINAÇÃO DAS CRIANÇAS - FÁTIMA, 10 DE JUNHO DE 2012 - HOMILIA

  1. Campanha das folhas/ árvore do Génesis e de Fátima

Aqui à nossa frente está uma árvore, que é fruto de uma campanha, que muitos meninos e meninas, que aqui estão, fizeram durante o mês de Maio, na escola ou na catequese. Esta árvore representa a nossa relação com Deus: pode ser muito bonita, com muitas folhas e muitos frutos, ou pode ser vazia, sem nada, só com ramos secos.

 

As árvores povoam a terra, o lugar em que nós vivemos e passeamos; elas preenchem o espaço entre o céu e a terra; têm as raízes na terra, mas os seus ramos crescem para o ar, estão voltados para o céu.

Queria falar-vos, hoje, de duas árvores muito importantes:

Uma estava num jardim muito belo, onde as pessoas passeavam, como ouvimos na leitura do livro do Génesis. Aquele jardim é como a terra em que nós vivemos: é bonita e com muitas árvores.

As pessoas, Adão e Eva, ouviram a voz de Deus junto àquela árvore, mas não foram capazes de ser felizes naquele lugar, não obedeceram a Deus, quiseram ser maiores do que Ele, desprezaram-no e desrespeitaram os outros; não foram livres para amar a Deus e os outros. Fugiram e foram esconder-se; tornaram-se infelizes e tristes.

 

Uma outra árvore de que queria falar-vos, está aqui junto a nós: a azinheira grande. É bonita, está neste jardim que é o mundo em que nós vivemos.

Junto a ela apareceu um dia Nossa Senhora, a Mãe de Jesus. Ela era uma Senhora tão brilhante, tão feliz e tão bela, trazia um sorriso nos lábios. Falava de Deus, amava-O no seu coração, fazia a Sua vontade em tudo, amava muito as outras pessoas.

 

Neste jardim que é a terra em nós habitamos, há pessoas que não aceitam os pedidos de Deus nem querem a sua salvação e outras estão dispostas para ouvir as suas palavras de amor e fazem a sua vontade. Uns tornam feio o jardim do mundo; outros tornam-no belo e um lugar onde todos gostam de viver com Deus e com os outros.

Sabem quem são essas pessoas? Essas pessoas somos todos nós.

 

  1. Os Pastorinhos de Fátima

Um dia, os Pastorinhos, Lúcia, Jacinta e Francisco, estavam aqui a brincar e ouviram a voz de Nossa Senhora junto àquela árvore. Confiaram nela, porque era linda, brilhante, sorridente e lhes disse que vinha do Céu, de junto de Deus.

Lúcia, a mais velha, perguntou-lhe: o que é que você me quer?

E ela fez-lhes também uma pergunta: quereis oferecer-vos a Deus, ser de Deus, obedecer a Deus, viver sempre com Deus?

Quando eles responderam que sim, ela ficou ainda mais feliz e voltou a sorrir-lhes. Depois abriu as mãos e delas saiu uma luz de Deus que os fez sentir muita paz, muito amor e muita alegria. Pensavam estar no Céu. Comprometeram-se a estar sempre numa relação de amizade com Deus e que dizer sim a Nossa Senhora era o mesmo que dizer sim a Deus sempre, na vida toda.

Dali para a frente eles ficaram tão amigos de Jesus e de Nossa Senhora, passaram a ter uma relação tão boa com Eles, que se sentiam da sua família, tinham muita confiança e estavam dispostos a fazer tudo o que lhes dissessem. Era o Evangelho: Minha Mãe e Meus irmãos são os que fazem a vontade de Deus.

 

  1. Pelo nosso sim a Deus uma relação mais bela

Meninos e meninas: nós queremos fazer muito mais bela a árvore da nossa relação e amizade com Deus. Não queremos ser árvores secas, sem folhas nem frutos.

Sabemos o que é preciso fazer: aprendemos de Nossa Senhora e dos Pastorinhos.

Nas folhas de cores, suspensas na colunata atrás de nós, estão as atitudes que vamos tomar para tornar bonita a nossa relação com Deus e mais belo o mundo cheio de árvores.

- Folha cor de laranja: Confiança em Deus, porque quando confiamos n’Ele conhecemo-l’O melhor enquanto Pai, Irmão e Amigo; encontramo-nos com Ele, damos-lhe mais tempo.

Repetimos: Vou dar tempo a Deus.

- Folha castanha: Disponibilidade para Deus, que nos faz escutar o que nos quer dizer, ouvir as suas mensagens e estar atentos à Sua Palavra.

Repetimos: Vou estar atento à palavra de Deus.

- Folha verde claro: Compromisso com Deus. Quero fazer o que Deus gosta e comprometo-me, mesmo que me custe e com sacrifício.

Repetimos: Vou fazer o que Deus gosta.

- Folha verde escuro: Fidelidade a Deus. Eu não desisto de fazer o que me comprometi com Deus.

Repetimos: Vou ser fiel aos compromissos.

 

Virgílio do Nascimento Antunes

Bispo de Coimbra

Plano Pastoral


Bispo Diocesano


Vaticano