1585-1615 - D. Afonso de Castelo Branco

O presente apontamento sobre os Bispos da Diocese de Coimbra segue, no geral, o estudo efectuado, e publicado em 1985, pelo cónego Dr. António Brito Cardoso, estudioso e dedicado arquivista e historiador da Diocese e do Seminário de Coimbra. Enumerando cronologicamente os prelados de Coimbra, pelo estudo dos Catálogos de Pius Bonifácius Gams.

D. Afonso de Castelo Branco (1585.08.25-1615.12.25) - Foi transferido da Sé do Algarve para a Sé de Coimbra em 25.8.1585. Reedificou e ampliou o Paço Episcopal; mandou edificar o convento de S. Ana; lançou a primeira pedra para a igreja do Colégio dos Jesuítas em 1598; patrocinou a fundação do Colégio dos Marianos, em 1606; benzeu a primeira pedra para o Colégio de S. Agostinho, em 1593; mandou fazer grandes obras no convento de Celas, incluindo o Coro da igreja em 1594-1620; reuniu um sínodo diocesano em 1591 para aprovar as Constituições do Bispado, elaboradas por ele depois do concílio de Trento; foi Vice-Rei de Portugal desde 22 de Agosto de 1603 a 26 de Dezembro de 1604. Foi um Bispo muito esmoler e deixou vários legados ao Hospital, à Misericórdia e à Câmara Municipal. Morreu em Coimbra a 12 de Maio de 1615.