1706-1717 - D. António de Vasconcelos e Sousa

O presente apontamento sobre os Bispos da Diocese de Coimbra segue, no geral, o estudo efectuado, e publicado em 1985, pelo cónego Dr. António Brito Cardoso, estudioso e dedicado arquivista e historiador da Diocese e do Seminário de Coimbra. Enumerando cronologicamente os prelados de Coimbra, pelo estudo dos Catálogos de Pius Bonifácius Gams.

D. António de Vasconcelos e Sousa (1706.04.06-1717.12.23) - Foi transferido da Sé de Lamego para a Sé de Coimbra em 6.4.1706. Foi um Bispo esmoler para as Ordens Religiosas, para os fiéis através dos Párocos e para os estudantes, que pessoal e ocultamente se dirigiam ao Paço. Inaugurou o convento do Louriçal, em 8 de Maio de 1709; lançou a primeira pedra para a actual igreja de Santa Justa, em 24 de Agosto de 1710; presidiu em Aveiro, a 25 de Outubro de 1711, a trasladação das relíquias da Princesa Santa Joana para novo túmulo; presidiu também a trasladação das relíquias das princesas D. Teresa e D. Sancha, "as santas de Lorvão", para novos túmulos em Lorvão; lançou a primeira pedra para o Colégio dos Franciscanos Capuchos, de Santo António da Estrela. Em 9 de Janeiro de 1717, a Universidade e os colégios universitários fizeram pública adesão à bula "Unigenitus". Faleceu a 23 de Dezembro de 1717.