2001-2011 - D. Albino Mamede Cleto

O presente apontamento sobre os Bispos da Diocese de Coimbra segue, no geral, o estudo efectuado, e publicado em 1985, pelo cónego Dr. António Brito Cardoso, estudioso e dedicado arquivista e historiador da Diocese e do Seminário de Coimbra. Enumerando cronologicamente os prelados de Coimbra, pelo estudo dos Catálogos de Pius Bonifácius Gams,

D. Albino Mamede Cleto (2001-2011). Frequentou os Seminários do Patriarcado de Lisboa onde foi ordenado Presbítero em 15 de Agosto de 1959. Em 6 de Dezembro de 1982 foi nomeado Bispo Auxiliar de Lisboa com o título de Illiberi (Elvira), tendo recebido a ordenação episcopal em 22 de Janeiro de 1983, na Igreja dos Jerónimos. Cursou a faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa onde obteve a licenciatura em Românicas. Como membro do Presbitério do Patriarcado desempenhou diversas funções, desde Prefeito de Estudos e Vice-Reitor do Seminário de Almada a Presidente da Comissão Administrativa do Santuário de Cristo Rei, Pároco da Estrela e Vice-Presidente da Comissão Diocesana de Arte Sacra. Em 1982 foi nomeado Bispo Auxiliar do então Senhor Cardeal Patriarca de Lisboa, Dom António Ribeiro. Foi presidente da Comissão Episcopal dos Bens Culturais da Igreja, Secretário e Porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa desempenhando diversas tarefas como Presidente das Comissões Episcopais de Liturgia e Educação Cristã e de Coordenador das Comemorações dos Cinco Séculos e Encontro de Culturas. A Santa Sé nomeou o Senhor D. Albino Mamede Cleto Bispo Coadjutor de Coimbra no dia 29 de Outubro de 1997, tendo tomado posse no dia 11 de Janeiro de 1998. Com a resignação do bispo D. João Alves, tomou posse da diocese de Coimbra em 24 de Março de 2001. Foi membro do Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa, no mandato 2008-2011 e vogal da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais da Igreja e Comunicações Sociais. D. Albino Mamede Cleto nasceu em 3 de Março de 1935, na freguesia de São Pedro, concelho de Manteigas, distrito da Guarda.
A 28 de Abril de 2011, por nomeação de D. Virgílio Antunes para Coimbra, passou a ser administrador apostólico da diocese, tendo ficado bispo emérito a 10 de Julho de 2011. Faleceu a 15 de junho de 2012, Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, nos Hospitais da Universidade de Coimbra.

Plano Pastoral


Bispo Diocesano


Vaticano