2011 - - D. Virgílio do Nascimento Antunes

O presente apontamento sobre os Bispos da Diocese de Coimbra segue, no geral, o estudo efectuado, e publicado em 1985, pelo cónego Dr. António Brito Cardoso, estudioso e dedicado arquivista e historiador da Diocese e do Seminário de Coimbra. Enumerando cronologicamente os prelados de Coimbra, pelo estudo dos Catálogos de Pius Bonifácius Gams.

 

D. Virgílio do Nascimento Antunes (2011 - ad muitos annos).


Nasceu em São Mamede (Batalha), diocese de Leiria-Fátima, a 22 de Setembro de 1961. Frequentou o Seminário Menor de Leiria e fez o Curso Filosófico-Teológico no Instituto Superior de Estudos Teológicos de Coimbra.
Depois da ordenação sacerdotal, em 29 de Setembro de 1985, colaborou pastoralmente nas paróquias da Barreira e das Cortes, até 1992. De 1985 a 1992 foi formador no Seminário Diocesano de Leiria e membro do Secretariado Diocesano da Pastoral Vocacional. Durante estes anos leccionou as disciplinas de Religião, Português e História, do ensino secundário. Em 1988 deu início ao Pré-Seminário, tendo sido o seu primeiro responsável. De 1992 a 1996 realizou estudos de especialização em ciências bíblicas, no Instituto Bíblico de Roma e na Escola Bíblica de Jerusalém, tendo obtido o mestrado e licenciatura canónica em Exegese bíblica. A sua investigação de especialização foi sobre o Evangelho de São Lucas. Tendo regressado à Diocese de Leiria-Fátima, em 1996, foi nomeado Reitor do Seminário Diocesano de Leiria, funções que desempenhou até 2005. Durante estes anos implementou e desenvolveu o "Ano Propedêutico" para candidatos ao sacerdócio de diversas dioceses do País. Assumiu diversas tarefas no campo da formação de seminaristas em várias dioceses, através de cursos, conferências e retiros. Durante os anos em que foi Reitor do Seminário liderou o projecto para planificar a remodelação do edifício do Seminário, cujas obras recentemente se concluíram. De 2000 a 2005 foi Director do jornal semanário "O Mensageiro", onde publicava uma coluna semanal de opinião. De 2005 a 2008 foi Delegado Episcopal para o Diaconado Permanente. De 2000 a 2008 foi Juiz do Tribunal Eclesiástico. Esteve ao Serviço do Santuário de Fátima, desde Setembro de 2005, onde, durante três anos foi capelão, exercendo também as funções de Director do Serviço de Peregrinos e Director do Serviço de Alojamentos. Foi membro do Serviço de Ambiente e Construções, membro do Conselho de Administração e membro do Conselho de Gestão Financeira.

Foi Reitor do Santuário de Fátima de 25 de Setembro de 2008 a 10 de Junho de 2011. Foi também membro do Colégio de Consultores (desde 2001) e membro do Conselho Presbiteral. Foi Director do jornal "A Voz da Fátima", órgão oficial do Santuário de Fátima. Ao longo dos anos do seu ministério sacerdotal acompanhou continuamente equipas de casais e orientou retiros para casais, integrou o Conselho Pastoral Diocesano, o Conselho Económico, a Comissão para a Formação Permanente do Clero e foi Secretário do Conselho Presbiteral. No campo académico tem sido docente de diversas disciplinas na área da teologia bíblica, de língua grega e de língua e cultura hebraica. Foi professor, desde 1996, no Instituto Superior de Estudos Teológicos de Coimbra, onde integra a Direcção. Foi também docente no Centro de Formação e Cultura de Leiria, no Seminário Diocesano de Leiria e ocasionalmente na Universidade Católica Portuguesa. Tem proferido diversas conferências, na área da sua especialidade, em cursos, seminários e jornadas. Colaborou numa nova edição da Bíblia ("Bíblia dos Capuchinhos"), com a tradução do original grego e comentário da Carta aos Hebreus. Publicou alguns artigos de especialidade: "Jesus e o dom do Espírito" (Revista Communio), "A Criação na Bíblia" (Revista Dabar), "O Inferno na Mensagem de Fátima" (Publicações do CFC), "Seminário, casa e escola de comunhão" (Actas do Simpósio do Clero). Durante alguns anos elaborou os temas de estudo para o "Boletim da Mensagem de Fátima".

Enquanto Reitor do Santuário de Fátima, tem proferido numerosas conferências, em Portugal e no estrangeiro. Na sequência dos novos estatutos do Santuário de Fátima, elaborou e pôs em prática o novo regulamento dos serviços internos do Santuário, liderou diversos projectos para remodelação de infra-estruturas, promoveu por diversos meios a divulgação da mensagem de Fátima, implementou diversos projectos de reflexão teológica sobre Fátima, coordenou a visita do Papa Bento XVI ao Santuário de Fátima, deu início às celebrações do centenário das aparições de Nossa Senhora de Fátima.

Foi nomeado Bispo de Coimbra, pelo Papa Bento XVI, no dia 28 de Abril de 2011. A sua ordenação episcopal ocorreu na Igreja da Santíssima Trindade do Santuário de Fátima, no dia 3 de Julho de 2011, em cerimónia presidida pelo bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, sendo consagrantes o bispo D. Albino Cleto, Administrador Apostólico da diocese de Coimbra, e D. Anacleto Oliveira,bispo de Viana do Castelo.

Entrou solenemente na Diocese de Coimbra, com celebração na Sé Nova, no dia 10 de Julho de 2011.