Encerramento da Visita Pastoral em Pombal

Foram muitos os fiéis do Arciprestado de Pombal que, no passado dia 26 de Abril, se fizeram presentes no pavilhão da Expocentro, em Pombal, o encerramento arciprestal da Visita Pastoral do nosso Bispo, D. Virgílio Antunes. Durante quase três meses, o nosso Bispo passou muitas horas dias no meio das nossas comunidades, para conhecer melhor a realidade social e eclesial e o trabalho pastoral que cada paróquia desenvolve nas suas mais variadas vertentes. O Sr. D. Virgílio admitiu que levou uma imagem de um Arciprestado activo e dinâmico.

Este encerramento coincidiu com o dia do Bom Pastor e, na homilia, o Sr. Bispo referiu-o: “ ‘Eu dou a vida pelas minhas ovelhas’. Todos aqueles que pensam que a fé cristã fecha as pessoas em si mesmo ou as fecha dentro de quatro paredes encontram nesta afirmação de Jesus a certeza de que a fé nos abre aos outros”. E continuou: “No encerramento da visita pastoral ao Arciprestado de Pombal, importa-nos colher algumas linhas de acção para o futuro, a fim de que esta parte da Igreja local de Coimbra se renove e ajude a fortalecer a fé da Igreja que nós somos”.
D. Virgílio salientou três aspectos que considera fundamentais. Primeiro, a acção da Igreja deve ter em atenção a pastoral da fé, privilegiar os fundamentos de tudo o que somos, fazemos e vivemos. Segundo, a acção da Igreja tem, depois, de privilegiar a pastoral da evangelização. O anúncio do Evangelho constitui o centro do pedido de Jesus, que enviou os Seus apóstolos e discípulos pelo mundo, levando este feliz anúncio da salvação. Por último, a Igreja precisa de trabalhar insistentemente no fortalecimento do sentido de pertença activa de todos os seus membros, no desenvolvimento do sentido da corresponsabilidade e da comunhão. “Quando Jesus falou de um só rebanho e um só pastor, estava a falar da unidade de todo o Povo de Deus, nas relações de fraternidade e de amor que o caracterizam, na cooperação de todos para a santificação do Corpo e para a sua edificação, bem alicerçado em Cristo, pedra angular, e sobre os fundamentos dos Apóstolos”.

 

Plano Pastoral


Bispo Diocesano


Vaticano