Faleceu o Padre Manuel Pereira Cristóvão

O Pe. Manuel Pereira Cristóvão, completou hoje, 3 de Janeiro de 2020,a sua Páscoa!

Nasceu em Pelmá, concelho de Alvaiázere, em 3 de Fevereiro de 1945, estudou nos seminários diocesanos de Coimbra e foi ordenado em 11 de Agosto de 1974.

Licenciou-se em Sociologia na Universidade Católica de Lovaina, vindo depois a leccionar a matéria na Escola do Magistério Primário de Coimbra e na Escola de Enfermagem Bissaya Barreto. Fez parte muitos anos da equipa sacerdotal de São Martinho do Bispo, de onde partiu em 1986 para passar a fazer parte dos da Obra da Rua, servindo as casas de Setúbal e Tojal. Daí partiu, em 2006, para a diocese de São Tomé e Príncipe onde se manteve ao serviço até agora. Faleceu exactamente um mês antes de completar os 75 anos.

Partilha-se ainda um excerto do testemunho do bispo de São Tomé, D. Manuel dos Santos, publicado na página oficial da diocese:

 “Conheci o Pe. Manuel Cristóvão quando cheguei a São Tomé para assumir a tarefa de pastorear esta Igreja. Ele tinha chegado um ano antes, ainda com D. Abílio Ribas. Entreguei-lhe a paróquia de Santana, até então entregue aos cuidados pastorais das Irmãs Canossianas. Dedicou-se, de alma e coração, àquela gente. Continuou o projecto da Ir. Rosa do Lar Betânia, alargou o apoio a rapazes, assumiu o +prato quente diário de uma cinquentena de idosos, ajudou vários jovens a formarem-se… Além disso, plantou lugares de culto em várias comunidades: Algés, Guégue, Anselmo Andrade, Mendes da Silva… Adquiriu o espaço e fez o restauro do Salão Polivalente de Uba-Budo, restaurou igualmente a Capela do lugar. A catequese deve-lhe a elaboração de catecismos, programas de formação de catequistas, o Dia do Catequista… Resumindo, deu-se até ao fim. Deus o acolha nos seus braços e ele continue a rezar por esta Diocese e pelo povo que ele amou.”