Ao terminar a Semana da Vida

Sé Nova encheu para a Bênção das Grávidas

Realizou-se no passado sábado, dia 16 de maio, na Sé Nova, uma celebração eucarística que teve como particularidade assinalar a Semana da Vida com a bênção de doze grávidas e o sacramento do baptismo de duas irmãs – a Beatriz e a Leonor.
O Cónego Sertório Baptista Martins, pároco da Sé Nova e assistente espiritual do Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar chamou as doze futuras mamãs ao altar para que, juntas e de mãos dadas, rezassem o Pai Nosso, dando-lhes depois a bênção individual, numa cerimónia emocionante que terminou com uma surpresa. Maria de Lurdes Almeida, de 80 anos, tendo conhecimento desta cerimónia, decidiu levar-lhes uma prenda: um casaquinho de malha feito à mão, de várias cores, que no final distribuiu pelas doze grávidas.
Para o Cónego Sertório Martins “uma sociedade sem mães seria uma sociedade desumana”. “É pouco considerado o papel central que as mães têm na sociedade”, afirmou o Cónego Sertório, admitindo que, também “na comunidade cristã, nem sempre é destacado o papel da mãe, nem sempre lhe damos o devido valor, é pouco ouvida”.
“Ser mãe não é somente colocar um filho no mundo, é uma escolha de vida”, disse o assistente espiritual do Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar, organismo responsável por esta iniciativa, deixando o desejo que “a Igreja saiba sempre ser uma verdadeira mãe para todos os seus filhos e que as mães possam ser geradoras de fé na vida dos seus filhos.”

MCotrim