Semana de Oração Pelas Vocações

 

  1. Semana das Vocações: trabalhar para uma cultura vocacional

    Vivemos, estes dias, a semana de oração pelas vocações! Esta semana, a III do tempo pascal, é mais uma vez o convite a trazermos ao nosso pensamento, oração, reflexão e ação pastoral esta realidade tão central e importante da vida da Igreja e, ao mesmo tempo, tão esquecida e secundarizada. Falar de vocação é falar da identidade do cristão! Falamos não só daquilo que se faz, mas, acima de tudo, falamos daquilo que se é, como resposta a uma vivência profunda e autêntica da nossa condição de batizados, membros de uma comunidade cristã. Por isso, a vocação cristã é, em primeiro lugar, a vocação à santidade; todos chamados a viver na comunhão com Deus, que é Santo, como membros do seu Corpo, que é a Igreja. A vocação universal à santidade, no entanto, não existe em estado puro, independente dos estados de vida assumidos por cada batizado. É dentro das opções concretas de cada pessoa, à luz de um projeto que se procura discernir no diálogo íntimo com Deus, que cada um pode ir vivendo a sua vocação, sendo instrumento ao serviço da construção do Reino e do anúncio do Evangelho de Jesus Cristo.

    É verdade que quando pensamos em vocações, associamos de imediato às vocações consagradas: religiosos e padres. Ainda que estas constituam, verdadeiramente, sinais visíveis da realidade vocacional, representam só uma parte do todo. De facto, a vocação à santidade concretiza-se na vocação matrimonial, onde nascem todas as outras vocações; concretiza-se na vocação laical, que corresponde à missão de transformar o mundo com os valores do Evangelho, de forma silenciosa, como fermento no meio da massa; concretiza-se na vida consagrada, nos seus diversos carismas apostólicos, missionários ou contemplativos, em que homens e mulheres assumem a missão de serem sinais pela vivência dos conselhos evangélicos da pobreza, da castidade e da obediência; concretiza-se na vocação sacerdotal, em que alguns homens recebem de Jesus a missão de ajudar os seus irmãos a viverem plenamente o seu baptismo, alimentando-o pela celebração dos sacramentos e pelo anúncio da Palavra.

    Esta semana tem como tema: “Seguir Jesus, caminho de beleza: vocação e santidade!” Somos desafiados a descobrir a beleza e a alegria que podemos encontrar e viver, quando nos dispomos a seguir o Senhor Jesus pelo caminho. O seguimento do Mestre, ainda que tantas vezes marcado pela experiência das luzes e das sombras, é um caminho de vida e de plenitude, um caminho marcado pela beleza do amor e da vida feita dom para os irmãos. Um caminho que se deve propor a todos: crianças, jovens e adultos. Assim, sentimos que a pastoral das vocações não é simplesmente mais uma pastoral entre todas as “pastorais” da Igreja, mas deve ser aquela que dá sentido a tudo o que se faz dentro e para a comunidade eclesial: ajudar cada um a viver de tal forma o seu batismo, que, numa busca sincera, diante de Deus na oração, todos possam descobrir qual o seu lugar na construção da Igreja.

    Material para a Semana das Vocações (guião)
  2. Cartaz
  3. Pagela

Plano Pastoral


Bispo Diocesano


Vaticano